Menu fechado

Coringa é um filmaço, mas…

O mundo hoje em dia anda muito louco, cada dia uma notícia mais chocante que a outra… É difícil manter a sanidade… E é nesse mundo que chega o filme Coringa da Warner baseada no personagem da DC Comics. E quanto ao filme, Coringa é um filmaço, mas…

O protagonismo do vilão

Colocar um dos vilões mais reconhecidos do mundo como protagonista de um filme pode causar estranhamento para alguns, mas existem alguns pontos a serem explorados em cima disso…

Acredito que o filme se passa entre o fim dos anos 70 e início dos anos 80, não dá pra saber com exatidão, pois em nenhum momento existe uma indicação de que época a história se passa, mas observando a ambientação do filme, eu cheguei a esta conclusão.

Mesmo se passando cerca de 30 a 40 anos atrás, o filme trata de temas que são bem atuais, como a busca pelo seu lugar na sociedade, sanidade mental, descontentamento do povo com seus governantes, arrogância e superioridade da elite, entre outros.

Sobre o filme

O filme é excelente, lentamente mostrando as tragédias que levam o protagonista ao ponto de ebulição, o que já é esperado por todos antes mesmo de entrar na sala de cinema.

Mas vamos acompanhando tudo que acontece para ver qual será o estopim que causará a transformação de Arthur Fleck em Coringa. A execução é brilhante, angustiante, a performance de Joaquin Phoenix é uma das melhores de sua carreira.

O Coringa de Joaquin Phoenix... uma brilhante interpretação
O Coringa de Joaquin Phoenix… uma brilhante interpretação

Tanto Phoenix quanto o filme merecem toda aclamação crítica que vêm recebendo… Mas… não precisava ser um filme do Coringa!

Funcionaria mesmo sem o Coringa

Tudo que diz respeito ao personagem pode ser retirado o filme sem afetar o resultado final. Se mudarmos a ambientação de Gotham City para Nova York ou qualquer outra grande metrópole, se tirarmos a família Wayne e colocarmos uma família rica aleatória, se tirarmos o próprio Coringa e fizermos com que Fleck chegue ao estado que chegou sem se caracterizar como o personagem da DC… o filme funcionará do mesmo jeito!

O drama de Arthur Fleck funcionaria mesmo sem ser caracterizado como o icônico rival do morcegão Batman
O drama de Arthur Fleck funcionaria mesmo sem ser caracterizado como o icônico rival do morcegão Batman

Na verdade, acho até que esses detalhes atrapalham um pouco, pela forma que foram alterados… Ver um Thomas Wayne arrogante, que chama a população de Gotham de palhaços e que usa sua posição social para se mostrar como uma salvação política para a cidade não condiz com o Thomas Wayne dos quadrinhos.

Sem spoilers!

Tem outros detalhes que vou guardar para mim para não estragar a experiência de quem ainda não viu o filme, mas em suma, Coringa é um filme muito bem executado e extremamente necessário, que usou um personagem conhecido para atrair público ao abordar questões importantes que poderia passar batido por muita gente sem essa conexão.

Uma grande sacada do diretor Todd Phillips, uma aposta que deu certo junto aos executivos da Warner, mas uma fórmula arriscada de se tentar novamente.

Nota geral 9/10

Ficha Técnica

Cartaz oficial de Coringa (Joker)

Coringa (Joker, 2018)

Sinopse: O comediante falido Arthur Fleck encontra violentos bandidos pelas ruas de Gotham City. Desconsiderado pela sociedade, Fleck começa a ficar louco e se transforma no criminoso conhecido como Coringa.

Direção: Todd Phillips
Produção: Todd Phillips, Bradley Cooper e Emma Koskoff
Roteiro: Todd Phillips, Scott Silver
Elenco: Joaquin Phoenix, Robert De Niro, Zazie Beetz, Bill Camp, Frances Conroy e Brett Cullen
Distribuição: Warner Bros.

Mais informações no IMDB

Outros artigos do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *