Menu fechado

Como “domesticar” seu filho.

No fim de ano, passei por alguns perrengues. Problemas de caráter pessoal. Por esses motivos, fui obrigado a ir em hospitais. Não como o paciente, mas sim como o acompanhante. Além disso fui muito observador, e realmente descobri como “domesticar” seu filho.

Filas de Hospitais

Mas uma das situações que me deixam intrigado é como as pessoas tratam a saúde. As longas filas dos pronto atendimentos poderiam ser facilmente evitáveis, se as pessoas possuíssem um certo grau de conhecimento e racionalidade.

Claro, não estou generalizando, mas os pronto atendimentos pelo Brasil estão lotados e isso torna o atendimento lerdo, não efetivo e desumanizado.

Nas filas de espera desses hospitais o número de crianças é realmente incrível. Os males aos pequenos, ocorrem geralmente, com as dores de ouvido, de garganta, febre e até fraturas de partes do corpo.

Pois bem, o mais difícil dessa situação, é como fazer com que a criança, entenda que deve esperar em uma fila de no mínimo 2 horas?

Como “domesticar” seu filho.

Sim, a resposta é o celular (ou tablet).

Isso mesmo, crianças e mais crianças estão hipnotizadas com o celular dos pais ou o seu próprio. Assistindo desenhos infantis ou não, jogando jogos infantis ou não ou ainda apenas mexendo despretensiosamente.

O mais incrível disso é que as crianças realmente estão vidradas. Não falam, não choram, praticamente não respiram, olhando para as imagens de uma tela.

Com toda a certeza as crianças não entendem como funciona um celular, para elas são apenas imagens, que ficam sendo trocadas constantemente. Mesmo assim essas imagens são praticamente hipnóticas.

As gerações atuais, já nascem conectadas, com aparelhos celulares cada vez mais intuitivo. Se uma criança, possui um mínimo de coordenação motora, já consegue ligar o youtube e assistir a galinha pitadinha ou o baby shark, quando bem desejar.

Em lugares com grande concentração de crianças como o hospital, fica muito evidente que os pais muitas vezes são obrigados a usar a tecnologia para “domesticar” (sem ser ofensivo) seus pequenos.

Mais tarde, quando as crianças atingirem a fase escolar, são as professoras e professores quem terão a missão de “ensinar” e “civilizar” os pequenos.

Na minha época era diferente

Pois bem, não posso reclamar, foi a televisão que me “domesticou”. Por ela, eu sabia a hora de acordar, comer, tomar banho, ir para escola, etc. Tinha que esperar o “Vale a Pena Ver de Novo”, para poder ver a sessão da tarde.

A vida era o que passava na TV.

Eu por exemplo, não fazia a mínima ideia de que os palhaços Patati e Patata, são uma franquia de vários palhaços espalhados pelo país todo, para dar conta de fazer diversos shows. Com certeza, as crianças que estavam lá hospital, sabiam disso.

Deixe seus comentários

Publicado em:Amarelinhas,Crônicas

Conheça também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *