Menu fechado

Boletim Nintendo

Desculpem o sumiço! Não comentei no meu último texto, mas estou aproveitando minha inscrição no “Game Pass” versão Ultimate, oferecido pela Microsoft. E adivinhem o que tenho feito desde então? Ok, brincadeiras à parte, resolvi voltar com um texto essa semana falando sobre o Switch. Então, com vocês… nosso Boletim Nintendo!

É isso ai rapaziada, a Big N está voltando com uma nova versão do Nintendo Switch para aquecer o mercado. O anúncio desta semana foi do Switch Lite.

Informações iniciais

Mas PH, o que diabos é o Switch Lite?

Para nosso boletim Nintendo, a versão resumida é esta aqui: a Nintendo pegou o Switch, colou os joypads (também conhecido pelos mortais comuns como Joystick), diminuiu o tamanho da tela, diminuiu a resolução, aumentou a autonomia da bateria e tirou a possibilidade de usar o console na televisão.

Boletim Nintendo... A versão Lite leva a portabilidade maior com a perda de algumas features
A versão Lite leva a portabilidade maior com a perda de algumas features

Um treco 100% portátil?

Peraí que tem mais… os caras escolheram três cores bem aleatórias (amarelo, cinza e turquesa; bem estilo anos 80), sem contar uma versão especial que será lançada com os novos jogos Pokémon que virão por aí (“Sword” e “Shield”).

Reduziram o preço em US$ 100 (comparando com o preço novo), tiraram algumas características como conexão com monitor externo por meio de uma dock) e voilá! Temos um Switch novo…

Switch Lite em versões coloridas
Switch Lite em versões coloridas

Os japoneses amam os portáteis

É sabido que o mercado japonês é um baita consumidor de consoles portáteis e a Nintendo fez muita grana com o DS/3DS lá. Mas – sério – precisava fazer isso com o Switch que já tinha essa pegada híbrida?

Comparando as versões Clássica e Lite
Comparando as versões Clássica e Lite

Na humilde opinião deste gamer que vos fala é uma manobra bem semelhante ao que fizeram com o 2DS. Baratearam ao máximo o console para tentar entrar em outros mercados.

Só que isso não me parece muito positivo.

O que valeria a pena?

Ok, PH… e o que você sugere então?

Se eu pudesse sugerir a nossa amiga Nintendo, eu manteria o Switch como está. Também diminuiria o preço dele e lançaria uma versão mais potente e com novos recursos. Sony e Microsoft fizeram isso com seus PS4 Pro e Xbox X e deu certo.

Confesso que eu sou um pouquinho contra essa prática, mas é melhor melhorar o equipamento do que fazer um “downgrade“.

Sinceramente eu não tenho um Switch porque é demasiado caro ter um. É necessário lembrar que consoles e games no Brasil sofrem com os impostos de importação. E com a Nintendo é um pouco pior já que a BIG N RESOLVEU SAIR DO NOSSO PAÍS em 2015.

Sim isso me chateou… e eu poderia até pensar em ter um Lite se não fosse essa pataquada que é (e que vai chegar aqui mais caro que um PS4 Pro, além de só ter em cores zuadinhas).

E eu nem falo tanto por ser 100% portátil, porque eu tive oportunidade de jogar Zelda até o fim no Switch e a maior parte do tempo foi sem estar conectado à TV. É legal jogar assim, mas tem horas que vocês quer curtir o game numa telinha maior. Até porquê tem horas que o jogo está frenético e a bateria começa a acabar.

Mas aí, surgiu uma notícia falando do Switch em uma versão mais poderosa. E é claro, eu fui atrás da informação para conhecer o poderio da nova versão do console.

Um Switch em versão repaginada

A Nintendo lança uma nova versão do Switch com tudo igual exceto a bateria que tem maior autonomia, maior até que a da versão Lite.

Pronto! Isso a nova versão… e só isso. Ok… preciso desabafar:

Mas que PORRA é essa Nintendo? Vocês lançam um Switch porco, cobrando mais barato e em seguida lançam um Switch porcamente melhor, e que provavelmente será mais caro?

Enfim, depois dessa notícia eu acredito que desisti de ter um novo console da Nintendo em casa.

Mas e aí? Compensa?

Parabéns, Nintendo!!! É por isso que mantenho meu Super Nintendo vivo. Porque depois dele, a Nintendo começou uma derrocada… principalmente quando tentou enfrentar o mercado e não resistiu às mudanças de tempo.

E antes que me critiquem… N64 é animal, mas já mostrava que a Nintendo não estava aberta às mudanças de mercado, tecnologias, etc… E só veio a fazê-lo com o Game Cube.

Mas aí, ela já estava atrás da concorrência.

Eu tinha uma opinião no passado que já comentei aqui, a Nintendo deveria ter feito como a Sega e parado com os consoles, investindo somente em jogos, personagens, licenças etc.

Aí o Switch brota como um respiro gigantesco da Nintendo e me faz reconsiderar a opinião… E então, vêm os estrategistas da BIG N com esses lançamentos.

E fazem eu me decepcionar… novamente.

Nintendo, você sempre terá um lugar no meu coração, mas ta difícil te defender, viu?

É isso rapaziada. Este foi o “boletim Nintendo” (não… não será uma série regular). Um abraço e desculpem o desabafo mas vou voltar pro meu “Game Pass” que eu ganho mais. Fui!

Outros artigos do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *