Menu fechado

2020 foi ano que os gamers ficaram p#!*$ (chateados)

Fala rapaziada tudo certinho? Com o ano chegando ao fim e eu aqui fazendo um balanço de 2020 olhando apenas para o universo gamer, já que sabemos que com a pandemia a vida em geral acabou virando de cabeça para baixo. E considerando os altos e baixos, posso garantir: 2020 foi o ano que os gamers ficarem pu… é… bom… chateados.

Ao meu ver, quando falamos de games, a pandemia não atrapalhou muito já que o ato de jogar um game meio que te força a ficar em casa na maior parte das vezes e isso acaba sendo ótimo quando pensamos nesta pandemia onde a maior das recomendações foi “ficar em casa” então neste ponto foi um prato cheio para os gamers.

Um parágrafo especial aqui: sinto por todos que perderam entes queridos por causa da Covid-19 e desejo de coração que os familiares encontrem algum conforto pois sei que não é fácil. Aqui eu estou me atendo apenas a falar da ótica do universo dos games que é um fator na vida de muitos e possivelmente ajudou a enfrentar esta pandemia. No meu caso, ajudou a distrair por ficar muito em casa. Disclaimer feito, voltamos à programação convencional.

Então, mesmo sendo um prato cheio, ficar em casa jogando nem sempre foi uma alegria este ano não é verdade? Muitas polêmicas, muitas reclamações, muitos mimimis e cheguei a este final de ano com o sentimento de que foi um ano perdido para os games.

Bom vamos ao meu top 3 assuntos que eu considero os principais que devem ser mencionados neste ano caótico.

A nova geração de consoles

Galera, o que foi o lançamento do Playstation 5 e do Xbox Series X? Dois consoles com uma baita potencia, fato, mas e os jogos? Cadê os exclusivos da nova geração? Xbox decepcionou em não lançar nada novo, nada exclusivo, só manteve uma alegria com a retro compatibilidade que eu sempre defenderei como ponto positivo no console. Agora o PS5 teve exclusivos poxa… Homem Aranha: Miles Morales e Demon’s Souls.

Playstation 5, XBox Series X e o caçula Series S... a nova geração de consoles
Playstation 5, XBox Series X e o caçula Series S… a nova geração de consoles

Malandro… o jogo do cabeça de teia saiu para PS4 e não é exclusivo já o Demon’s Souls é um remake de um jogo de PS3…

Eu disse: PÊ-ESSE-TRÊÊÊÊSSSSSSS. vapapu….

Me desculpem os fãs (eu mesmo sou fã de todos os games do Aranha) mas Spider Man não é o que queremos ver como carro chefe em um lançamento de nova geração né Sony (Demon’s Souls eu nunca gostei mesmo… e nem Dark Soul’s. Pronto, falei!).

Sobre o Xbox Serie X não tem nada pra falar… Os Irmãos Piologo já falaram muito, vejam os vídeos deles aqui e aqui. Espero quem em 2021 saiam jogos de verdade para a nova geração porque os consoles estão muito caros aqui no Brasil. E já que nosso dinheiro está desvalorizado então, pagar quase 5k num console para não ter NADA novo, NADA excepcional, não dá, né?

Campeão do ano

Bom aqui vem a polêmica. O campeão do “The Games Awards 2020” na categoria “melhor jogo do ano” foi The Last os Us 2. Malandro… o que eu li de reclamações a respeito dessa premiação não está escrita no gibi (e com isso, olha eu entregando minha idade).

Galera… na boa, eu ainda não tive a oportunidade de jogar o game (ainda). Mas claro que eu fui estudar a respeito. De fato, não há muita novidade no que tange experiência de jogo se comparado com o primeiro. Mas a história evolui e óbvio que a Ellie seria a protagonista nesta evolução. Faz sentido.

Vocês queriam o quê? Que outro game levasse o ouro?

Dá uma olhadinha nos concorrentes….

  • Ghost of Tsushima
  • Doom Eternal
  • Hades
  • Animal Crossing: New Horizons
  • Final Fantasy 7 Remake

    Galera… na boa, Animal Crossing está aí porque eles não queriam deixar a Nintendo fora do páreo. Doom é mais do mesmo com gráficos legais e Hades é um jogo legalzudo. Mas não passa de um Bastion adulto. Na minha humilde opinião, apenas Ghost os Tsushima e The Last of Us 2 poderiam concorrer a este prêmio.

Mas e Final Fantasy 7 PH?

É um game do PS1 que ganhou um envelopamento de PS4 (e ficou muuuuuuuuuito louco), mas (de novo, na minha humilde opinião), não pode ganhar de jogos originais. Para ganhar o prêmio máximo o game precisa ser inovador, ter boa história, boa trilha sonora, boa tudo. Não entendo o jogo ganhar como game do ano e perder em “direção”. Para mim, não dá para ser o melhor do ano sem ser o melhor em outras categorias… mas enfim.

Voltando ao páreo, não tinha muito a quem premier então, ao meu ver, foram pelo conservador, já que The Last os Us 1 foi um game animal de tudo.

Assistam à premiação aqui, caso ainda não viram.

Cyberpunk 2077… um fracasso?

O que dizer desta obra prima que ficou anos para ser lançada desde seu anuncio com um trailer animal de louco? Só podemos dizer que foi uma PUTA decepção para todo mundo que comprou o jogo nos consoles de nova geração.

A CD Projekt Red (estúdio que produziu o Cyberpunk 2077) tem renome sólido no mercado, fez um anuncio animal do game (que só pelo vídeo, já se bastava). Mas não, os caras ainda enfiam o Keanu Reeves no rolê, aumentando ainda mais a hype no game. Pouco tempo depois, anunciam o Ozob como personagem. Ozob? Quem é fá de Jovem Nerd como eu, sabe do que estou falando e como isso é foda. Ter um personagem de um brasileiro no game da CDPR, é uma puta conquista. Tudo caminhando para a glória eterna e…

Qué, Qué, Qué, Quéuéuéuéué.

Com o perdão da palavra… broxante.

Mas tudo bem, rodou legal no PC (com bugs tambem… sempre é bom lembrar), e o jogo em si é legal. A história é boa, e logo mais os caras arrumam os bugs e tudo fica lindo, vai passar. Calma…

Seja como for, achei legal a postura de eles devolverem a grana de quem se sentiu lesado ou até mesmo não curtiu o game pelos problemas. Isso mostra que estão preocupados. Só não achei legal a postura de alguns gamers que usaram a internet para fazer o que muitos fazem. Mimimi, reclamação e choradeira porque a CDPR ia devolver o dinheiro mas queria também a “devolução” do jogo.

Pô meu os caras não querem deixar o jogo comigo e me devolver o dinheiro, puta mundo injusto meu!

Mimizento de Internet criado a leite com pêra.

Um outro parágrafo extra: esta gramática nova tirou o acento circunflexo de “pêra”. Deixo aqui meu “não gostei da nova gramática” registrado utilizando meu direito de ser um mimizento de internet. (NOTA DO EDITOR: em atenção à indignação do PH, mantivemos a grafia da bendita pêra)

Para finalizarmos

Desejo a todos um ótimo fim de 2020! Que possam passar bem, confortáveis, protegidos e de preferência… jogando. Que 2021 seja ótimo para todos nós e que venham bons jogos e a baixa de preço dos consoles.

Abraços!

Deixe seus comentários

Publicado em:Bora Jogar!,Entretenimento,Games

Conheça também...