Menu fechado

Motorola G9 Power é a nova opção de intermediário da Motorola

Recentemente publicamos aqui no UBQ a resenha com unboxing e primeiras impressões do Moto G8 Power. Em menos de um ano a empresa apresenta o seu sucessor: o Motorola G9 Power é nova opção de intermediário da Motorola. Será que o aparelho traz evoluções em relação ao seu antecessor? É o que você confere em nossa resenha tech.

Mais um da linha G?

Pois é… 2020 foi o ano de lançamentos da linha G, seja da geração atual (G9 Plus e G9 Play), como a geração que já pode ser considerada antiga (com os G8, G8 Power e G8 Power Lite), além de um Moto G mais top, como é o caso do modelo 5G Plus.

Pela ordem... G8, G8 Power, G8 Power Lite, G9 Play, G9 Plus e Moto G 5G... opções demais?
Pela ordem… G8, G8 Power, G8 Power Lite, G9 Play, G9 Plus e Moto G 5G+… opções demais?

Chegou a vez da empresa atualizar seu modelo intermediário que prioriza autonomia da bateria. São generosos 6000 mAh que certamente garantirá o uso do aparelho por dois dias, considerando um usuário típico (cerca de 60 horas, segundo o fabricante). Mas vamos conhecer o aparelho em sua totalidade.

É importante esclarecer que esta resenha está sendo elaborada nas informações comerciais disponibilizadas pelo fabricante e na análise dos diversos _hands on_ dos diversos veículos de tecnologia. Infelizmente, a Motorola ainda não nos disponibiliza informações do seu Press Release para que possamos produzir nosso conteúdo, fica aqui nosso apelo à Motorola para que nos inclua em futuros lançamentos para que possamos produzir o melhor conteúdo para nossa audiência.

O que vem na caixa?

Além do aparelho, temos uma capa de silicone, um carregador de 20W (com carregamento rápido do tipo _Turbo Power_), um cabo USB tipo C (embora a conexão com o carregador seja do tipo A) e um fone de ouvido padrão, além da chave para remoção da gaveta do chip, guia de referência rápida e termo de garantia.

Motorola G9 Power nas cores Verde Pacífico e Purple
Motorola G9 Power nas cores Verde Pacífico e Purple

Temos um aparelho de 221g com tela IPS de 6,8″ com resolução HD+ e taxa de atualização de 60 Hz. Pois é… nada de tela Full HD. Parece que isto está se tornando uma tendência nos celulares intermediários de todas as marcas. O processador é um Snapdragon 662 operando em 2,0 GHz (com GPU Adreno 610) e ele vem com memória interna de 128 GB (expansível via cartão micro SD até 512 GB) e conta com 4GB de RAM.

E as câmeras?

O sistema de câmeras é triplo: uma câmera principal de 64 MP de abertura f/1.7, uma câmera macro de 2 MP e abertura f/2.4 e um sensor de profundidade de 2MP e abertura f/2.4. Temos ainda um flash do tipo LED. Para vídeo, o sistema consegue capturar com resolução 4K em 30 fps e a câmera ainda dispõe de recursos HDR e estabilização digital de vídeo.

Sistema de câmeras do Moto G9 Power

A câmera frontal tem um sensor de 16 MP com abertura f/2.2. Ela também conta com HDR e é capaz de produzir vídeos com resolução Full HD em 30 fps.

Conexões e outras características

O aparelho traz uma conexão USB tipo C e o tão desejado (e cada vez mais raro) conector P2. A gaveta para chips é híbrida (2 cartões Nano SIM ou 1 cartão Nano SIM + 1 SD Card). Ele não tem NFC, e conta com Bluetooth 5.0, Wi-Fi Dual Band, além de GPS, Acelerômetro, Proximidade, Giroscópio, sensor biométrico na parte traseira e microfone com redução de ruído. Outra característica muitas vezes desprezada por usuários é a presença de rádio FM.

E sempre é bom lembrar, ele conta com o moto ações que são uma mão na roda para tarefas do cotidiano, como ligar a lanterna, acionar a câmera, ignorar ligações… tudo com gestos. As especificações completas podem ser encontradas no site oficial do fabricante.

Nossa opinião… o que esperar?

Em relação ao seu antecessor, o Moto G9 Power traz alguns retrocessos. O aparelho perdeu uma lente em seu sistema de câmeras e a tela deixou de ser Full HD+. O notch em forma de punch hole, o botão dedicado para o Google Assistente, armazenamento de 128 GB e a generosa bateria podem ser bons atrativos. Seu processador provavelmente dá conta da imensa maioria dos aplicativos existentes (embora inferior ao processador do G8 Power) e o sistema de câmera possivelmente ser competente para o usuário comum, apesar do downgrade do sistema de câmeras.

O preço também não ajuda… R$ 1.899,00 (preço de lançamento). É um preço muito próximo do G9+ que na loja pode ser encontrado por R$ 1.979,10, mas em alguns lojistas, podemos encontrar o aparelho por R$ 1.800,00. Então o ideal é esperar pela queda de preço que ocorrerá naturalmente em alguns meses.

Isto também reforça nossa opinião sobre o G8 Power… quando foi lançado ele também não tinha um bom custo benefício, mas atualmente, sendo encontrado por cerca de R$ 1.200,00 ele pode ser uma decisão de compra mais acertada neste momento.

Em resumo, um celular intermediário que perdeu algumas (boas) características em relação ao seu antecessor e que ainda está caro. Entre G9 Power e G9 Plus, a escolha parece óbvia.

Pensa que acabou? Pensou errado! Tem mais!

Além do Moto G9 Power, a empresa apresentou outro modelo (sim… mais um!) da família Moto G… trata-se do Moto G 5G (não confundir com o Moto G 5G Plus, lançado pouco mais de um mês). Ele vem equipado com um Snapdragon 750G (Adreno 619), tela Full HD+ de 6,7″, bateria de 5.000 mAh e carregador Turbo Power de 20W. Ele vem com 6 GB de RAM e memória interna de 128 GB (expansível via micro SD).

Ampliando ainda mais a linha, eis o Moto G 5G nas cores Prata Prisma e Preto Prisma
Ampliando ainda mais a linha, eis o Moto G 5G nas cores Prata Prisma e Preto Prisma

Ele também tem um sensor de câmeras triplo (Principal de 48 MP, f/1,7 + Ultra-Wide de 8 MP, f/2,2 + Macro de 2 MP, f/2,4). A câmera frontal é de 16 MP, f/2,2. Ele também tem conector P2, USB tipo C, Bluetooth 5.1, Wi-Fi Dual Band e (aleluia!) conta com NFC. Ah sim… e como o próprio nome fala, ele conta com 5G.

O modelo também está disponível para venda com preço de lançamento de R$ 2.799,00.

Mas para você, o que acha desta enxurrada de aparelhos da linha G? Algum modelo atende suas expectativas? Deixe sua opinião nos comentários…

Deixe seus comentários

Publicado em:Opinião,Resenhas Tech,Tecnologia

Conheça também...