Menu fechado

Minha História Gamer (Parte 3)

Fala rapaziada, beleza? Bom, anteriormente eu relatei minha história gamer começando no Atari, Turbo Game e Super NES, passando pelo PlayStation 1 e 2. Aliás, o meu lindo. Mas como minha história não acabou, não acabaram também os vídeo-games na minha vida. Sendo assim, vamos continuar com a minha história gamer (parte 3).

O PS 2 cansado pela ação do tempo

Depois de muito jogar o PS 2, este começou a chegar ao seu “fim de vida” e começou a apresentar alguns probleminhas físicos, como leitor, trilho do canhão, etc.

Com o uso intenso, meu PS 2 começando a dar alguns pequenos sinais de desgaste
Com o uso intenso, meu PS 2 começando a dar alguns pequenos sinais de desgaste

Isto foi fazendo eu jogar menos até para não judiar do bichinho porém confesso que neste mesmo período eu comecei a ouvir sobre um console da Microsoft. Uma tal caixa chamada Xbox.

O Xbox 360

Eu já conhecia o Xbox clássico que tentou fazer frente ao PS2. Mas, honestamente, eu nunca dei uma atenção sequer porque eu era (e ainda sou) Sonysta. Convivam com isto…

Ok... eu confesso! Fui seduzido pelo lado azul da força
Ok… eu confesso! Fui seduzido pelo lado azul da força

Mas aí, um dia, eu fui comprar jogo de PS2 para manter a chama acesa. Entrei na loja e vi a abertura de Bourne Conspiracy rolando numa TV de LCD. Perguntei pro vendedor “que penga é essa?” e ele me falou:

É o Xbox 360 mano.

Vendedor solícito

Cara, achei aqueles gráficos animais mas mesmo assim, sem grana pra comprar, eu me segurei e ficou por isso mesmo. O que mudou essa pegada foi quando vi a abertura de Assassin’s Creed. Aí a porra toda ficou séria.

O PS2 foi o primeiro console que comprei com meu dinheiro, mas ainda era um salário de estagiário. Agora, naquele momento eu já era efetivo, meu carrinho velho já estava quitado, a faculdade terminada, então… Pô! Dava pra juntar uma graninha e comprar o XBOX não é? Dava… então eu “meti o loco” e comprei.

Por um tempo, o lado caixista da força me seduziu...
Por um tempo, o lado caixista da força me seduziu…

Assassin’s Creed, Gears of War, Red Dead e outros…

PQP! Quando joguei Assassin’s Creed eu vi o tamanho da encrenca que eu ia me meter: Eu ia mergulhar neste mundo novo que o XBOX estava me proporcionando uma vez que eu tinha mais tempo do que na época do PS2.

Nesta altura eu estava cagando para o Playstation 3, ele era feio e esquentava (eu dei sorte que peguei o Xbox com a placa já corrigida então não tive as 3 luzes vermelhas da morte) eu só tinha olhos para Assassin’s Creed e Gears of War.

Cheguei a ter a versão clássica e a versão slim (primeira) que acabei dando de presente para um amigo. Porém, tenho que dizer que assim como tive jogos marcantes no PS2 aqui eu também tive inclusive foi nesta plataforma que joguei alguns dos melhores da minha vida. Não tanto quanto no PS2, mas ainda assim jogos fodas.

Alguns dos jogos que fizeram minha aventura no Xbox... Claro que a lista é bem maior
Alguns dos jogos que fizeram minha aventura no Xbox… Claro que a lista é bem maior

Claro que tem muito mais coisa que joguei… porém, estou falando os que mais me marcaram. Era demais! Eu estava completo, ou assim eu achava… Uma vozinha ficava lá no fundo falando e eu consegui ignorar por muito tempo, até que não consegui e precisei atendê-la…

Comprei um Playstation 3 Slim

Sim, eu não aguentei! Meu coração Sonysta bem que tentou, mas não foi possível ignorar o sentimento que a família Playstation tinha me trazido nas duas gerações anteriores.

Claro que, como agora eu tinha que comprar console, jogos, etc, eu sabia que não era tão simples manter mais um video game. Então eu pesquisei muito, esperei sair a versão slim com os problemas de hardware corrigidos e precisava de um bom motivo para comprar um console “idêntico” ao que eu já tinha.

PS3 slim... o coração falou mais alto
PS3 slim… o coração falou mais alto

Em busca do “bom motivo”

Notem que o bom motivo era para responder aos ataques/julgamentos dos meus pais e da minha namorada, porque eu mesmo não preciso de muito para me convencer a comprar um videogame.

A desculpa para eles era simples e estava na ponta da língua:

“Ele é um player Blu-ray nativo e inclusive roda 3D. É considerado um dos melhores do mercado, além de ter jogos exclusivos, que só tem pra ele”

PH Vizza, em defesa do seu mundo sonysta

A primeira parte até passava… já a segunda não. Mas, a primeira já ajudava a amenizar a bronca ou eu assim achava.

Enfim, comprei o PS3 e tinha um acordo comigo mesmo que era “só comprar os jogos exlucivos da plataforma” e assim o fiz com poucas exceções que já explico.

Com o Xbox 360, PS3 e um PC gamer eu cheguei a seguinte questão: pra que eu pegaria jogos em um console ou outro?

Porque não fazer o seguinte, eu pego as exclusividades de cada console na sua respectiva plataforma e os que forem cross platform eu vejo em qual delas está mais barato e compro. Gênio não?

Bom se você não acha, garanto que isso fez eu economizar uma grana.

No final meu Playstation 3 me rendeu boas horas de jogo, inclusive nas férias onde zerei franquias em dias (eu mal comia ou tomava banho hahahaha).

E os jogos?

Também conheci jogos muito marcantes que destaco por aqui:

Vários jogos exclusivos do PS3 foram devidamente zerados por aqui
Vários jogos exclusivos do PS3 foram devidamente zerados por aqui

A minha história gamer ainda não acabou…

É rapaziada, essa geração foi animal e me prendeu demais graças ao momento que eu vivia onde eu tinha tempo pra jogar e aproveitei cada segundo jogando.

Um belo dia a geração nova começou a chegar e eu só esperando o momento certo (isto é… ter dinheiro) para comprá-la. Mas isso é para o próximo texto.

Um abraço.

Deixe seus comentários

Publicado em:Bora Jogar,Jogos

Conheça também...